Curso Segurança e Saúde no Trabalho – situações epidémicas/pandémicas

Carregar Eventos

« Todos os Eventos

Curso Segurança e Saúde no Trabalho – situações epidémicas/pandémicas

Abril 21 @ 9:00 am

Formação Financiada Para Ativos Empregados

Curso 10746 - Segurança e Saúde no Trabalho – situações epidémicas/pandémicas
Área de Formação 862 – Segurança e Higiene no Trabalho
Destinatários Responsáveis e técnicos de HST e de Produção de PMEs ou por conta própria com habilitações escolares não inferiores ao 9º ano e desempregados com habilitações escolares não inferiores ao 12º ano. Nota: Poderão vir a ser admitidos desempregados com habilitações iguais ou superiores ao 9º ano em caso de vagas não preenchidas com os candidatos preferenciais com mais do 12º ano.

Gestores, Administradores e responsáveis por micro, pequenas, médias e grandes empresas.

Pré-requisitos Adultos Ativos empregados
Duração 25 Horas.
Objetivos Gerais Identificar o papel e funções do responsável na empresa/organização pelo apoio aos Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na gestão de riscos profissionais em situações de epidemias/pandemias no local de trabalho.

Reconhecer a importância das diretrizes internacionais, nacionais e regionais no quadro da prevenção e mitigação de epidemias/pandemias no local de trabalho e a necessidade do seu cumprimento legal.

Apoiar os Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na implementação do Plano de Contingência da organização/empresa, em articulação com as entidades e estruturas envolvidas e de acordo com o respetivo protocolo interno, assegurando a sua atualização e implementação.

Apoiar na gestão das medidas de prevenção e proteção dos trabalhadores, clientes e/ou fornecedores, garantindo o seu cumprimento em todas as fases de implementação do Plano de Contingência, designadamente na reabertura das atividades económicas.

 

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

 

  • Papel do responsável pelo apoio aos Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho na gestão de riscos profissionais em cenários de exceção
    • Deveres e direitos dos empregadores e trabalhadores na prevenção da epidemia/pandemia
    • Funções e competências – planeamento, organização, execução, avaliação
    • Cooperação interna e externa – diferentes atores e equipas
    • Medidas de intervenção e prevenção para trabalhadores e clientes e/ou fornecedores – Plano de Contingência da empresa/organização (procedimentos de prevenção, controlo e vigilância em articulação com os Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho da empresa, trabalhadores e respetivas estruturas representativas, quando aplicável)
    • Comunicação e Informação (diversos canais) – participação dos trabalhadores e seus representantes
    • Auditorias periódicas às atividades económicas, incluindo a componente comportamental (manutenção do comportamento seguro dos trabalhadores)
    • Recolha de dados, reporte e melhoria contínua
  • Plano de Contingência
    • Legislação e diretrizes internacionais, nacionais e regionais
    • Articulação com diferentes estruturas – do sistema de saúde, do trabalho e da economia e Autoridades Competentes
    • Comunicação interna, diálogo social e participação na tomada de decisões
    • Responsabilidade e aprovação do Plano
    • Disponibilização, divulgação e atualização do Plano (diversos canais)
    • Política, planeamento e organização
    • Procedimentos a adotar para casos suspeitos e confirmados de doença infeciosa (isolamento, contacto com assistência médica, limpeza e desinfeção, descontaminação e armazenamento de resíduos, vigilância de saúde de pessoas que estiveram em estreito contacto com trabalhadores/as infetados/as)
    • Avaliação de riscos
    • Controlo de riscos – medidas de prevenção e proteção
      • – Higiene, ventilação e limpeza do local de trabalho
      • – Higiene das mãos e etiqueta respiratória no local de trabalho ou outra, em função da tipologia da doença e via(s) de transmissão
      • – Viagens de caráter profissional, utilização de veículos da empresa, deslocações de/e para o trabalho
      • – Realização de reuniões de trabalho, visitas e outros eventos
      • – Deteção de temperatura corporal e auto monitorização dos sintomas
      • – Equipamento de Proteção Individual (EPI) e Coletivo (EPC) – utilização, conservação, higienização e descarte
      • – Distanciamento físico entre pessoas, reorganização dos locais e horários de trabalho
      • – Formação e informação
      • – Trabalho presencial e teletrabalho
    • Proteção dos trabalhadores mais vulneráveis e grupos de risco – adequação da vigilância
  • Revisão do Plano de Contingência, adaptação das medidas e verificação das ações de melhoria
  • Manual de Reabertura das atividades económicas
    • Diretrizes organizacionais – modelo informativo, fases de intervenção, formação e comunicação
    • Indicações operacionais – precauções básicas de prevenção e controlo de infeção, condições de proteção antes do regresso ao trabalho presencial e requisitos de segurança e saúde no local de trabalho
    • Gestão de riscos profissionais – fatores de risco psicossocial, riscos biomecânicos, riscos profissionais associados à utilização prolongada de EPI, riscos biológicos, químicos, físicos e ergonómicos
    • Condições de proteção e segurança para os consumidores/clientes
    • Qualidade e segurança na prestação do serviço e/ou entrega do produto – operação segura, disponibilização de EPI, material de limpeza de uso único, entre outros, descontaminação
    • Qualidade e segurança no manuseamento, dispensa e pagamento de produtos e serviços
    • Sensibilização e promoção da saúde – capacitação e combate à desinformação, saúde pública e SST
    • Transformação digital – novas formas de trabalho e de consumo

 Duração: 25h

Horário: 2ª, 4ª e 6ª das 9h 13h

Investimento: 0€ (Financiado)

Regalias: Subsidio de Alimentação

Documentos necessários para inscrição:
a) Ficha de inscrição (em anexo), devidamente preenchida e assinada pelo formando;
b) Fotocópia do documento de identificação - frente e verso legível, se autorizado pelo formando. Caso não autorize, confirmar os dados na ficha de inscrição. Aspeto muito importante pois a emissão dos certificados depende da inserção completa e correta desta informação;
c) No caso de emigrantes estrangeiros: fotocópia do passaporte + visto de entrada ou título de residência válido;
d) Fotocópia do certificado de habilitações. No caso de estrangeiros: Certificado de habilitações com equivalência dada por entidade oficial portuguesa;
e) Comprovativo de situação de emprego/desemprego:
- Empregados: Declaração da entidade empregadora devidamente assinada e carimbada com a data de início de colaboração do/a formando/a e com o respetivo horário de trabalho ou recibo de vencimento relativo ao mês anterior
(anexar declaração com horário de trabalho) ao mês de início da ação de formação ou documento comprovativo de atividade aberta
- Desempregados: - Declaração do IEFP a atestar a situação de não DLD e duração de desemprego com data anterior à formação de no máximo 30 dias.
f) Documento comprovativo de identificação bancária (IBAN) onde se encontre identificado o nome do/a formando/a enquanto titular da conta (o documento a apresentar não pode ser o extrato do multibanco);

Esta formação está inserida do Catálogo Nacional De Qualificações.
Este curso é promovido em parceria com a Companhia Própria

Informações e Inscrições
Academia Génios Livres
Rua 31 de Janeiro, nº10
3810-192 Aveiro
(Junto ao Teatro Aveirense)
234 184 109 | 910 715 470
info@genioslivres.pt | academiagenioslivres@gmail.com

 

Detalhes

Data:
Abril 21
Hora:
9:00 am - 1:00 pm
Evento Categoria: